Como ajudar seu filho a criar planos para a conquista de sonhos

Qual o seu sonho? O que você deseja ser quando crescer? Qual curso você vai fazer quando se formar? Essas são algumas das perguntas mais frequentes que uma criança ou adolescente escutam, quando o assunto é perspectiva do futuro. Isso acontece, pois aprendemos em algum momento da vida que o planejamento precisa ser feito apenas para as metas de longo prazo e essa habilidade pode ser exercida de maneiras diferentes, com planejamentos para curtíssimo, curto, médio e longo prazo. Te convido a seguir essa leitura, onde iremos conversar sobre os tipos de planejamento, bem como vocês podem ajudar uma criança ou adolescente a usar essa habilidade para conquistar seus objetivos de vida.

Os diferentes tipos de planejamento:

O planejamento de longo prazo é aquele em que a tarefa pode ser concluída no decorrer dos anos. É neste formato que temos a visão macro do objetivo que desejamos alcançar e que nos dá abertura para as ações de médio e curto prazo. Um exemplo: imagine um curso de música que tem a duração de 24 meses. No planejamento de longo prazo, você pode traçar as principais ações para a conclusão desse curso.

No planejamento de médio prazo, traçamos as metas que deverão ser atingidas em menos de 1 ano. Usando o exemplo da escola onde seu filho estuda, é aqui que pensamos em todas as ações para conquistar os objetivos do bimestre ou semestre. Pode ser a leitura de um livro ou a realização de um projeto proposto pela escola, o objetivo é dividir as tarefas em blocos, para uma visualização do que é possível de ser cumprido no decorrer dos meses. De acordo com LANTELME, et.al., é nesse momento que destrinchamos o plano mestre em segmentos menores, para identificarmos a disponibilidade de recursos e também, onde obtemos o aprendizado a partir dos erros que podem surgir no meio do percurso. 

O planejamento de curto prazo está relacionado a todas as tarefas que nos propomos a fazer no decorrer da semana. São as nossas rotinas mais comuns, que na maioria das vezes se tornam urgências por não serem planejadas e bem estruturadas. No livro “A tríade do tempo” de Christian Barbosa, o autor fala das urgências como tarefas a serem executadas imediatamente, caso contrário podem ocasionar em algum tipo de problema. Christian Barbosa ainda cita em seu livro os resultados de uma pessoa que vive baseada nas urgências como, por exemplo: alto nível de estresse, esgotamento, dores de cabeça e nos olhos e falta de energia para estudar. Você reconhece esses ‘sintomas’? Uma das formas de preveni-los, é através da criação de um planejamento flexível, ou seja, passível de ser alterado, sem que gere prejuízos posteriores.

O planejamento de curtíssimo prazo é o que contém o acompanhamento das rotinas diárias. Aqui seu filho pode definir o tempo do estudo, das tarefas da casa e dos hobbies. Vale a pena a criação de um quadro de horários que precisa ser desenvolvido em conjunto, para que todos os integrantes da família possam se responsabilizar pelo que foi proposto.

A importância das recompensas

O ser humano é muito competitivo e na maioria das vezes busca a conquista de algo baseado nos desafios que lhe são propostos. Você ouviu falar sobre o experimento do Marshmallow? Nele, algumas crianças são colocadas em uma sala, diante de um Marshmallow e a orientação é que elas esperem o tutor retornar sem comer o doce a sua frente. As crianças que superam o desafio, ganham como recompensa dois Marshmallows ao invés de um. Esse experimento revelou, dentre outras coisas, que as crianças pacientes demonstraram desfechos melhores no aspecto acadêmico e emocional. Contudo, não são todas as crianças que possuem a habilidade do controle inibitório, que nesse caso é a dificuldade de esperar. Observe: as crianças que esperaram, foram recompensadas. Desenvolver esse hábito na rotina diária do seu filho pode ser um fator transformador para a conquista dos objetivos e metas propostos.

  Mas tenham atenção com a escolha das recompensas, pois elas não podem ser relacionadas à quantia financeira. Dessa forma, a criança aprenderá que o dinheiro pode ser a fonte de conquista para tudo o que deseja e no futuro se frustrará com os resultados. Criem recompensas que estejam atreladas aos valores da família. Pode ser um passeio juntos, um momento pipoca para assistir ao filme ou série que mais gostam ou aquela hora a mais de jogo com os amigos. Vocês podem propor as recompensas no momento em que criarem uma rotina semanal ou diária e esse processo pode ser um game, onde cada integrante da família assume um personagem, que ganham pontos diários com as tarefas cumpridas, ou perdem por não cumprí-las.

Existem diferentes métodos de se planejar e talvez você não saiba!

O comportamento humano é um estudo contínuo, que nos mostra as diferentes formas de como podemos conquistar e transformar o mundo ao nosso redor. Talvez você já tenha ouvido a seguinte frase: “contrata-se pelo currículo e demite-se  pelo comportamento”. Ela é bem fiel ao estudo realizado pelo Fórum Econômico Mundial (2020), em relação às principais habilidades do profissional da atualidade, sendo elas: inteligência emocional, criatividade, liderança, raciocínio lógico e relacionamento interpessoal, por exemplo. 

É um recado para entendermos que, mesmo diante de toda a tecnologia existente no mundo, jamais conseguirão replicar habilidades que são intrínsecas ao ser humano. E na hora de planejar, isso não é diferente, uma vez que possuímos diferentes talentos, habilidades e formas de aprender. Para ajudar seu filho a se organizar, compreenda os processos dele. O escute para saber como ele faz, o que tem dado certo e errado. Essa observação é importante para que você descubra duas coisas: 

  1. Se o seu filho é mais analista (que possui habilidades com o raciocínio lógico), ou visual (que utiliza da criatividade e de elementos visuais);
  2. Se o seu filho gosta mais de usar os meios manuais (escrita, por exemplo) ou os meios digitais.

Se seu filho é analítico, ele precisa se planejar de forma minimalista, com listas e a menor quantidade de informações possíveis. Objetividade e dados compõem o acompanhamento dos resultados dele e por isso, os resultados diários e semanais podem ser expressos em números (porcentagem, por exemplo, dependendo da idade que ele tiver). Através dos meios manuais de planejamento, priorizem o uso de agendas mais simples e com espaços maiores para a escrita das listas de tarefas. Se a preferência está no digital, o Google Agenda é uma ótima ferramenta, uma vez que ele pode criar as tarefas virtualmente.

Se a criança e o adolescente preferem os meios visuais, usem e abusem das cores, formas, desenhos e esquemas. Se a escolha dele for manual, façam o uso de planners que tenham adesivos e post-its. Se preferir os meios digitais, seu filho também pode usar cores diferentes para as tarefas como, por exemplo: azul para tarefas da escola, roxo para tarefas de casa e alaranjado para as demais atividades da semana. Eles também podem usar o Trello, que permite a inserção de quadros de tarefas móveis. O objetivo é testar e descobrir a melhor opção para que o planejamento, de ambos os casos, se torne factível e prazeroso para todos os envolvidos.

Como desenvolver um novo hábito?

Charles Duhigg, em seu livro “O poder do hábito”, diz que um hábito não é criado do dia para noite. Se leva um tempo para que você se acostume com ele. E para que esse novo hábito se torne parte do dia do seu filho, é preciso descobrir quais são os sabotadores que o impedem de conquistar seus objetivos. Esses fatores podem estar relacionados às causas físicas como: mal estar, sono, fome e sede. Para reduzir essas distrações, coloquem no planejamento de vocês o horário de dormir e antes de começar qualquer tarefa, estimulem a alimentação saudável. Além disso, já deixar a garrafinha de água preparada é um motivo a menos para se dispersar. 

Mas o seu filho também pode procrastinar e falhar no planejamento devido às causas emocionais como, por exemplo: ansiedade, medo e resistência (com matéria ou professor, p.ex.). Nesses casos, o ideal é se trabalhar exercícios para alívio da ansiedade e do medo, bem como ajudá-lo a compreender a importância de todas as matérias da escola para os seus objetivos de médio e longo prazo. Se os fatores emocionais o impedem de sair do lugar para a conquista de sonhos, recomendo o apoio profissional.

Físicos ou emocionais, esses fatores podem nos levar a procrastinar e, com isso, transformar as tarefas que, até então, estavam fluindo bem em urgências. Duhigg também diz que um hábito não deve ser excluído, deve ser substituído. Vejamos um exemplo:

Vocês estão indo para a escola e passam em frente a uma lanchonete. Lá compram um salgado que mais gostam. Desde então, todos os dias, vocês passam nessa lanchonete e compram o salgado.

Vamos supor que vocês desejam mudar esse hábito, para ter uma alimentação mais saudável. Agora vocês vão à lanchonete e, ao invés de comprar o salgado, vocês compram um saquinho de pipoca. 

O que aconteceu aqui: a lanchonete no caminho da escola era  gatilho para comprarem o salgado. O salgado é o hábito criado e o saquinho de pipoca, a substituição e recompensa do novo hábito. O que são os gatilhos que impedem seu filho de fazer determinadas tarefas em sua rotina diária? Como vocês podem substituir esses hábitos por algo novo, de forma que ele seja recompensado por essa nova escolha? 

Conclusão

O planejamento e a organização são pontes que conectam sua família a um objetivo específico, com o intuito de facilitar essa jornada. A mudança precisa começar dentro de nós, adultos, para que as crianças e adolescentes se espelhem em nosso comportamento.  Por isso, usem as dicas deste texto para que vocês também descubram sua melhor forma de planejar, as urgências que podem deixar de existir, bem como os fatores que podem te sabotar a conquistar seus sonhos de vida. Compartilhe com seus filhos esses sonhos e todas as ações que você se propõe para conquistar esses objetivos. 

Nós da Eu S/A temos em nossa grade aulas sobre planejamento justamente pensando na formação dos futuros adolescentes, pais / mães de família e profissionais que saberão gerir o tempo, para terem qualidade de vida junto com as pessoas que compõem seu círculo de relacionamentos.

Agende já uma aula experimental conosco!

REFERÊNCIAS

BARBOSA, C. 2008. A tríade do tempo.  Editora Gente. 256 páginas.

DUHIGG, C. O poder do hábito. Editora Objetiva. 408 páginas.

LANTELME.et.al. Indicadores de Planejamento e Controle da Produção. Disponível em <http://www.ufrgs.br/sisind-net/resenhas/sistema-de-indicadores/indicadores-de-planejamento-e-controle-da-producao>. Acesso em 07/10/2021.

The future of the jobs report, 2020. World Economic Forum. Disponível em: <https://www3.weforum.org/docs/WEF_Future_of_Jobs_2020.pdf> Acesso em 07/10/201.

Crianças Empreendedoras? O que é isso ?

Crianças Empreendedoras? O que é isso ?

O que vem à sua cabeça quando se fala em empreendedorismo na infância?  Esse termo para muitos ainda parece assustador, não é mesmo? É um assunto polêmico por estar geralmente associado a questões empresariais, como a abertura de uma empresa, aprender a lidar com...

Por que ensinar Educação Financeira para Crianças?

Por que ensinar Educação Financeira para Crianças?

Evandro ContiCEO da Eu S/A Escola de Empreendedorismo De acordo com a pesquisa da Onze - Empresa de Previdência Digital - com 1535 pessoas, 71% das pessoas entrevistadas consideram que os problemas financeiros são a principal fonte de preocupação, estando à frente de...

Desenvolvendo a criatividade para solução de problemas

Desenvolvendo a criatividade para solução de problemas

Por Gabriela CristinaSupervisora Pedagógica na Eu S/A Escola de Empreendedorismo Já parou para pensar no quanto você é criativo? Talvez você pense: “ mas eu não sou nada criativo”. E é aqui que está o erro. Pode ser que você não se sinta criativo, mas a criatividade é...

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Elas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies no site.

Need Help? Chat with us