Ensinando psicologia financeira a seu filho

O tema do nosso texto é: Ensinando Psicologia Financeira a seu Filho!

Como é que é, Evandro! Psicologia financeira? Mas finança não é uma ciência exata? O que tem a psicologia a ver com finança?

Aí é que você se engana! Aquilo que vemos no nosso extrato bancário, as compras que fazemos no shopping são meras consequências de atitudes nossas! Por exemplo, quantas vezes não escutamos de alguém: Nossa! Estou estressado, vou no shopping fazer compras para desestressar! Ou vou lá na lanchonete e vou comer uma pizza porque estou estressado! São alguns hábitos de consumos que adquirimos quando estamos estressados.

Segundo pesquisa da empresa Nielsen, empresa especializada em pesquisa do consumidor, 70% das decisões de compra são tomadas no ato, ou seja, dificilmente decidimos uma compra depois de irmos para casa e pensarmos a respeito.

Por isso é importante entender a influência que as finanças comportamentais e os hábitos possuem sobre nossas decisões financeiras, para ser mais consciente e saber melhor gerenciá-los.

Isso foi tema de um estudo que ganhou prêmio Nobel de Economia, pois os economistas entenderam que o homem não é tão racional quanto parece. Por isso acontecem coisas do tipo:

1 – Gastam mais do que ganham, mesmo sabendo que isso é errado,

2 – Não poupam para a aposentadoria, mesmo sabendo que devem e

3 – Compram de forma impulsiva e se arrependem depois.

E as empresas sabem muito bem disso e estimulam o nosso cérebro para as compras!

Por isso, para desenvolvermos adultos com inteligência financeira precisamos começar desde cedo, principalmente porque no Brasil a educação financeira ainda está iniciando nas escolas.

A seguir, daremos 3 dicas para você desenvolver a psicologia financeira em seu filho. Fique conosco até o final e confira!

Vamos às dicas?


Dica nº 1 – Brincando de Quero e Preciso

Ensine a seu filho sobre essas duas palavras: quero e preciso. Toda vez que ele fala que quer comprar algo ou que pede a você, peça para ele refletir antes se aquilo que ele quer comprar ele quer, ou ele precisa. Isso vale para nós adultos também! Pense no que você for comprar e faça a pergunta: Isso eu quero ou preciso?

Mas, Evandro qual é a diferença?

Quando você responde que é porque você precisa, é quando realmente o produto acabou e está precisando. Exemplo: a gasolina do carro está acabando, então você precisa colocar para poder andar, ou a comida da casa está acabando, então você precisa fazer o supermercado, pois vocês não terão nada para comer.

Quando você responde quero, é quando você não tem uma razão para adquirir determinado produto e você responde apenas quero. Geralmente são desejos por impulso, sem muita razão. Quantas vezes a sua filha, que já tem 15 bonecas, pede para você comprar uma outra e você pergunta: Mas filha, você já tem 15 bonecas, porque você quer outra? E ela responde: Quero porque quero e pronto, mãe!

Esta simples pergunta sobre estas duas palavras faz os filhos começarem a pensar sobre o ato deles de consumir. Ainda mais que temos um bombardeio de propagandas pela televisão que sabem “entrar” na mente dos nossos filhos e convencê-los de que que aquele produto eles precisam.

Fora o comportamento de rebanho ou manada que é quando a criança quer comprar o produto porque todos na escola têm. Essa é a tendência de seguir a maioria das pessoas que conhecemos, pois nos dá um sentimento de segurança e pertencimento. E isso acontece com os nossos filhos! É o exemplo de produtos de moda, como mochila da Keepling, cartas Pokemon, o spinner e o pop it!


Dica nº 2 – Ensinando a ancoragem psicológica

A ancoragem psicológica nada mais é do que apresentar preços mais altos ou nem praticados mais pelo mercado como comparativo para um novo preço supostamente mais baixo.

Vamos supor que uma Televisão, quando foi lançada em 2019, custava 5 mil reais. O tempo passou e novos aparelhos com tecnologia mais moderna foram lançados, a televisão de 3 anos atrás agora custa 4 mil reais.

Na hora de anunciar o produto, a loja vai fazer questão de escrever “de 5.000 por 3.999”, ancorando o cliente num preço muito maior do que a realidade atual e que gera a ideia de que está recebendo um grande desconto, mesmo que 4 mil reais seja o preço praticado em todas as outras lojas, não existindo nenhum desconto verdadeiro.

Esse efeito é muito mais evidente na Black Friday, que ficou conhecida no Brasil como “tudo pela metade do dobro”, ressaltando esse costume das lojas em aumentar o preço das mercadorias semanas antes para anunciá-los na data com um suposto desconto.

Dessa forma, explique a seu filho o que é ancoragem psicológica e peça para seu filho fazer uma breve pesquisa pela internet para descobrir exemplos de ancoragem psicológica. Na época da Black Friday é uma época de muita fartura desse exemplo e ainda dou um outro exemplo que é a de pesquisar um produto qualquer no site Buscapé. Nele, além de apresentar diversos fornecedores com o mesmo produto e seus preços, ainda apresenta o histórico dos preços e vocês perceberão a variação ao longo do tempo.


Dica nº 3 – Escolhas e suas consequências

Na próxima vez que for ao supermercado leve o seu filho e dê uma missão a ele: dê R$ 10,00 e peça para ele decidir o que comprar entre ovos, frutas, doces e chocolate. Não pode ultrapassar dos R$ 10,00, pois será ele quem vai até o caixa, levar os produtos e pagá-los. Geralmente eles compram doces e chocolates e aí é que entramos explicando que nós somos frutos das nossas escolhas. Façam a reflexão juntamente com eles sobre o que será mais saudável para a vida dele? O que trará benefícios, principalmente no longo prazo para a saúde e ao consumir doces e chocolates quais serão os malefícios para a saúde, para os dentes e por aí vaí.

Assim, eles começam a entender que a cada decisão que tomamos agora, influenciará em nossas vidas no futuro. E com as finanças não é diferente. Pois as nossas decisões e atitudes geradas em nosso cérebro geram consequências financeiras, principalmente no longo prazo.

A base da educação financeira é entender os mecanismos que são massivamente utilizados para ampliar gastos e estimular o consumo.

E é isso que fazemos aqui na Eu S/A Escola de Empreendedorismo. Ensinamos a educação financeira a nossos alunos de uma forma lúdica e apropriada às idades. Agende uma aula experimental gratuita para conhecer mais!

Espero vocês!

Abraços!

Evandro Conti

Eu S/A Escola de Empreendedorismo

Ensine a seu filho qual é o bem mais valioso!

Ensine a seu filho qual é o bem mais valioso!

Neste texto vamos falar de um tema muito importante e é o que temos de mais valioso. Sabem qual é? Vou dar algumas dicas: Quando ele é mal gasto é desperdiçado para sempre;Você não consegue comprá-lo, depois que passou, passou. Não tem como voltar atrás. Você tem que...

Como o esporte estimula o espírito empreendedor em seu filho?

Como o esporte estimula o espírito empreendedor em seu filho?

Qual é o esporte que estimula o espírito empreendedor em seu filho? A resposta é simples: todos! Todos os esportes precisam primeiro da vontade de quem pratica para começar o treino. Treinar não é fácil. É desgastante, mas com disciplina, dedicação e foco você diz não...

Aprendendo empreendedorismo com os filhos

Aprendendo empreendedorismo com os filhos

Tenho aprendido muito com os meus filhos, principalmente nos períodos da época de pandemia em que fiquei mais tempo com eles em casa com o lockdown e o home-office. Devido à inocência deles e por não terem preconceitos, podemos aprender, e muito, o espírito...

Como os jogos de tabuleiro ensinam empreendedorismo a seu filho!

Como os jogos de tabuleiro ensinam empreendedorismo a seu filho!

Os jogos, de modo geral, possuem uma forte influência no aprendizado das crianças e jovens. Eles fazem parte do planejamento pedagógico das escolas e proporcionam diversas contribuições, como desenvolvimento motor, social, cultural, entre outros. Os jogos de tabuleiro...

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Elas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies no site.

Need Help? Chat with us