Aprendendo empreendedorismo com os filhos

Tenho aprendido muito com os meus filhos, principalmente nos períodos da época de pandemia em que fiquei mais tempo com eles em casa com o lockdown e o home-office.

Devido à inocência deles e por não terem preconceitos, podemos aprender, e muito, o espírito empreendedor com eles! Vamos citar 7 comportamentos e atitudes que aprendemos com os nossos filhos e levar para a vida empreendedora.

1 – Adaptação

Logo no início da pandemia, quando todos ficamos dentro de casa e as escolas começaram a dar as aulas de forma online, nós pais, não sabíamos o que ia ser direito. Sei que tiveram filhos que não se adaptaram e também não posso negar que as aulas presenciais são muito melhores, mas naquela época não tínhamos outra escolha. Dessa forma, vi os meus filhos, na época com 4 e 8 anos, se adaptarem, entendendo o momento e enfrentando a aula online. A palavra da época é adaptação. 

Para nós empreendedores, a adaptação é algo que temos que buscar sempre, pois nós temos que nos adaptar frente às exigências do mercado, das mudanças de tributação do governo, das diversas tecnologias que surgem, da forma de pensar das gerações que serão clientes ou colaboradores, enfim, não podemos pensar nunca que tudo será estático. Nós temos que nos adaptar o tempo todo, pois caso contrário, desaparecemos do mercado.

2 – Resiliência

No ano de 2021, meu filho mais novo, o Tiago de 6 anos, quebrou o braço 2 vezes! Pois é, e no mesmo lugar! Os médicos acreditam que na primeira vez não teve uma cicatrização consolidada. Eu e a mãe ficamos desesperados, pois novamente ele terá que conviver com o gesso, a dificuldade de tomar banho, de comer, de dormir, de parar de praticar o esporte e de brincar!. Ele estava na fase de alfabetização, então não conseguia escrever. E pela segunda vez! Pois é! Para ele, não teve frescura! Conviveu com estas dificuldades sem chorar e resmungar muito. Ia para a escola feliz da vida, pedia para os colegas escreverem e desenharem no gesso, brincava, quase que normalmente, enfim, era o centro das atenções! Do jeito que ele gosta! E a nossa surpresa maior foi a de quando o ano de 2021 estava no fim, eu e a mãe perguntamos a ele o que teve de coisa boa e ruim no ano. E não é que ele nem lembrou do braço quebrado duas vezes!

Nós, empreendedores, vivemos vários altos e baixos, e em um mesmo dia! Precisamos ter resiliência para suportar as dificuldades diariamente e não desistir. Problemas sempre existirão, mas precisamos enfrentá-los, pois assim aprenderemos e ficaremos mais fortes!

3 – Perseverança

Quando uma criança quer algo, não se cansa de tentar até conseguir. Sem se importar com quantas vezes a neguem, ela insiste, volta a insistir e continua insistindo até conseguir. Não há (quase) nada que a detenha e não se dão por vencidas facilmente.

No mundo empreendedor, a perseverança é chave. Se um empresário desanima nos primeiros problemas, provavelmente não levará o projeto mais à frente. É preciso lembrar que nós sempre devemos encarar os desafios de frente e não desistir dos nossos objetivos, principalmente nos primeiros obstáculos.

4 – Sair da zona de conforto

Quantas vezes nós, adultos, não escutamos esta frase? Precisamos sair da zona de conforto! Estudar, ir atrás do novo, do desconhecido, do sacrifício, do aprendizado, do objetivo, do sonho.

E o que as crianças fazem? Elas não têm preguiça de aprender! Querem saber de tudo, perguntam sobre tudo! E a fase dos porquês? É porque para tudo! Querem saber como funciona, porque se chama assim, porque não faz desse jeito! Elas não têm medo de errar. Vão lá e fazem. Se erram, tentam de novo até conseguirem. Começam a andar, caem, levantam, tentam de novo, até conseguir. Não têm medo de fazerem novos amigos e ainda chegam em casa contando que fizeram um novo amigo ou o que aprenderam na escola.

5 – Viva o presente, desfrute o caminho, o processo

Para os pequenos, o caminho é tão importante quanto o destino. Eles desfrutam de cada momento, vivem no presente. Uma viagem de carro para a casa da avó se converte em uma oportunidade para descobrir um mundo novo pela janela: outros carros, cores do semáforo, pessoas caminhando na calçada, tudo é uma emoção. Aquele momento que está com você, pai ou mãe, é único. Ele curte, quer te mostrar o que fez, mesmo que seja algo simples para você, mas para ele é o máximo!

Por isso acredito que o empreendedor precisa ter o propósito, a paixão para conquistar o objetivo, o sonho, pois durante a jornada, o caminho, terão muitos desafios e é necessário paixão para conseguir transpô-las. Caso contrário, você provavelmente irá desistir por achar que não vale tanto a pena. O desenvolvimento de um projeto que nos apaixone também pode nos ensinar a desfrutar do caminho e não só do resultado final. Precisamos ter prazer durante a jornada.

6 – Pedir ajuda

Os filhos não têm vergonha de pedir ajuda. Sempre que têm alguma dificuldade pela frente, eles chamam: pai, mãe! Elas sabem que pedir ajuda vai encurtar o caminho até o objetivo. Dessa forma, não pensam duas vezes.

No caso de nós, empreendedores, tem que ser a mesma coisa. É essencial termos pessoas nos ajudando ao longo da jornada, sejam os colaboradores, sejam consultores, sócios que complementam e até mentores que possuem experiência. Assim, podemos trocar ideias, sugestões, pontos de vista diferentes aos nossos e aprender com que já têm uma boa experiência ou aprender com os erros dos outros. Sozinho o empreendedor não chega a lugar algum!

7 – Aprender sempre

Não existe o conceito de ex-aluno. Nós temos que ser alunos para o resto da vida. Aprendemos o tempo todo. O empreendedor tem que aprender o tempo todo novas técnicas de marketing digital, por exemplo, ou habilidades para gerenciar a equipe de vendas, ou growth hacking. Ahh, essa foi de propósito para vocês pesquisarem o que é e aprenderem! 

Nós temos que ter o espírito de uma criança quando está aprendendo a andar ou a falar. Todo dia é uma oportunidade nova de aprendizado, de equilíbrio, de descoberta, de uma palavra nova. É uma sede de aprender cada vez mais! E o empreendedor tem que ser assim. É o conceito de lifelong learning. Aprender a vida toda!

E aí? Perceberam como podemos aprender empreendedorismo com os nossos filhos?

Nós, da Eu S/A Escola de Empreendedorismo apoiamos as crianças e os adolescentes a desenvolverem o seu lado empreendedor que levarão para toda a vida! Agende uma aula experimental gratuita para o seu filho ou filha conhecer!

Obrigado e até o próximo encontro!

Evandro Conti

CEO Eu S/A Escola de Empreendedorismo

Ensine a seu filho qual é o bem mais valioso!

Ensine a seu filho qual é o bem mais valioso!

Neste texto vamos falar de um tema muito importante e é o que temos de mais valioso. Sabem qual é? Vou dar algumas dicas: Quando ele é mal gasto é desperdiçado para sempre;Você não consegue comprá-lo, depois que passou, passou. Não tem como voltar atrás. Você tem que...

Ensinando psicologia financeira a seu filho

Ensinando psicologia financeira a seu filho

O tema do nosso texto é: Ensinando Psicologia Financeira a seu Filho! Como é que é, Evandro! Psicologia financeira? Mas finança não é uma ciência exata? O que tem a psicologia a ver com finança? Aí é que você se engana! Aquilo que vemos no nosso extrato bancário, as...

Como o esporte estimula o espírito empreendedor em seu filho?

Como o esporte estimula o espírito empreendedor em seu filho?

Qual é o esporte que estimula o espírito empreendedor em seu filho? A resposta é simples: todos! Todos os esportes precisam primeiro da vontade de quem pratica para começar o treino. Treinar não é fácil. É desgastante, mas com disciplina, dedicação e foco você diz não...

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Elas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies no site.

Need Help? Chat with us