Coluna Educação – Empreendedorismo – Jornal O Folha de Contagem

Hoje, nosso este artigo abordará um tema muito debatido entre grandes educadores e instituições de ensino de vários paises:

EMPREENDEDORISMO.

Mas, qual o real motivo desse conteúdo em nossa grade curricular? Quais benefícios?

Na verdade o empreendedorismo desenvolve um país através da capacitação técnica e comportamental das pessoas, pois elas procuram resolver um problema da sociedade aliando o conhecimento adquiriram. Nos Estados Unidos, o empreendedorismo já faz parte da grade curricular há anos e isso é um dos pilares do grande desenvolvimento daquele país. Em São Paulo, as escolas também já estão adontando o empreendedorismo no ensino fundamental até o ensino médio e, agora, Contagem também dá os primeiros passos.

O empreendedorismo traz vários benefícios no desenvolvimento das crianças e adolescentes que veremos a seguir.

Empreendedorismo para criança, o que é?

Primeiramente vamos esclarecer o que é empreendedorismo. Segundo Fernando Dolabela, em sua obra Pedagodia Empreendedora, o empreendedorismo é um estado de ser. O Indivíduo pode ser empreendedor em qualquer área de atuação como médico, advogado, músico, artista, atleta e até mesmo empresário. O empreendedor busca a solução de um problema da sociedade, gerando, dessa forma, valor para ela. Esse problema que ele resolve passa a ser o sonho do empreendedor. Assim, ele começa a perseguí-lo.

O empreendedor possui comportamentos, habilidades e atitudes específicas que o diferenciam dos demais e que contribuem para o alcance dos seus sonhos. Na área de gestão de pessoas e recursos humanos, define-se “CHA” como acrônimo das primeiras letras de comportamentos, habilidades e atitudes. Atualmente, o CHA também é conhecido como soft skills.

Algumas dessas soft skills ou CHA são resiliência, determinação, persistência, liderança, comunicação, ética, foco, saber trabalhar em equipe, saber trabalhar sob pressão, resolução de problemas, resolução de conflitos, gestão do tempo, pensamento crítico, bom relacionamento interpessoal, persuasão, organização, planejamento e vendas, dentre vários outros.

Mas o que o empreendedorismo tem a ver com as crianças?

Nós, quando éramos crianças, tínhamos vários sonhos, porém muitos deles, senão a sua totalidade, foram ässasinados”. Não é facil ir em busca dos sonhos. As vezes, precisamos lutar contra tudo e contra todos. Escutamos muito “isso não dá dinheiro”; “você não nasceu para isso”; “você não tem o dom”; “quero que você seja engenheiro igual a mim”; “isso não é profissão”. Quem nunca escutou pelo menos uma dessas frases? Quantas pessoas trabalham fazendo o que não gostam? São frustradas poque seguiram os sonhos de terceiros. Eu já fui assim, mas isso será assunto para outro post. “Cada sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa de existir” (Steve Jobs, fundador da Apple).

Além dessas negativas, que as crianças recebem de terceiros, geralmente de nós mesmos, os pais, elas ainda recebem milhares de inputs o dia inteiro, pela TV, pela internet, pelos youtubers, pela escola e por ai vai. O que faz com que os sonhos se alterem constantemente. E ainda querem que os adolescentes de 16, 17 e 18 anos escolham a profissão que vão atuar para o resto da vida! Felizes aquelas crianças que já sabem desde cedo o que querem e os pais dão o incentivo para essa “loucura”, “Não é sobre ganhar, é sobre não desistir. Você é rejeitado e cai. É sobre quantas vezes você se levanta, com coragem, e segue em frente. Se você tem um sonho lute por ele. Existe disciplina na paixão”. (Lady Gaga, cantora mundialmente famosa que ganhou 9 Grammy Awards – o Oscar da música).

Como podemos ajudar as crianças desde cedo?

Sabemos que até os 7 anos as crianças estão em uma formação mais intensa da sua personalidade. Cada experiência que elas vivem, ao longo de seu desenvolvimento, carregarão para a vida inteira. Podemos trabalhar desde cedo as soft skills empreendedoras nas crianças através de atividades apropriadas às idades e de maneira lúdica, de forma a aprenderem fazendo e como se fosse uma brincadeira.

Essa é a proposta da EU S/A Escola de Empreendedorismo: desenvolver as soft skills nas crianças desde os 4 anos, para que possam ter os comportamentos, habilidades e atittudes empreendedoras com a coragem de enfrentar os desafios e, assim, conquistarem os seus sonhos. “Todos os seus sonhos podem se tornar realidade se você tem coragem para perseguí-los”. (Walt Disney, criador do Mickey Mouse, Pato Donald, Pateta e Pluto – fundador dos Estúdios Disney e criador da Disneylândia).

Enfim, torna-se notório a importância do trabalho com o empreendedorismo com o corpo discente das instituições, pois, a mesma missão da escola deve ser além de preparar os alunos para o mercado de trabalho, formar cidadãos críticos, éticos e conscientes, que possam contribuir como agentes de mudança na sociedade. A proposta da Educação Empreendedora é incluir atitudes e disciplinas no currículo escolar visando desenvolver essas habilidades.

Evandro Conti – CEO & Founder da EU S/A Escola de Empreendedorismo
evandro@eusaescola.com.br

A EU S/A é uma escola de empreendedorismo, que prepara crianças e pré-adolescentes para um futuro empreendedor!

Agende uma aula experimental gratuita para o seu filho:
(31) 3347-1456 ou (31) 9.9639-1186
Rua Santa Rita Durão, 143

Fonte: Jornal OFolha de Contagem